Arquivo para julho, 2008

Irgendwie, Irgendwo, Irgendwann!

Posted in Música on 20/07/2008 by Allan Taborda

Nem todas as bandas legais são divulgadas pelo mundo e muitas vezes nem fazem carreira internacional, muitas vezes porque, neste mundo, só se faz carreira e sucesso internacional quem canta em inglês, infelizmente.

Na Alemanha, nos anos 80, havia uma banda que fazia muito sucesso por lá, mas como a vocalista cantava em alemão, nunca estourou mundialmente, só estourou quando um disco foi parar nas mãos de DJs americanos (ou ingleses, sei lá) e essa banda fez sucesso internacional com uma música que falava de 99 balões, e com a música cantada em inglês, ainda que a versão original em alemão seja muito melhor. A banda em questão é a banda Nena, formada pela vocalista que dá nome ao grupo (embora o nome dela seja Gabriele Susanne Kerner), o namorado dela e mais dois caras. Hoje, essa banda já não toca mais, entretanto, Nena ainda canta, fazendo sucesso até hoje lá na Alemanha.

Hoje eu postarei um videoclipe de uma música que eu gostei muito e que provavelmente nunca foi divulgada ou tocada por essas terras, a musica Irgendwie, Irgendwo, Irgendwann, um dos primeiros sucessos da banda, que inclusive foi regravada pela Nena nesta década. Como a VH1 Brasil muito provavelmente nunca exibirá este clipe, lá vai ele aqui sendo postado neste blog!

Numa outra oportunidade, postarie o clipe da música Liebe Ist, outra música que gostei muito, desta vez, uma música de um dos discos mais recentes da Nena!

Até o próximo post! E espero que a Viacom não implique com o Youtube e que não peça para este vídeo ser retirado, já que ele aparentemente foi retirado da VH1 da Alemanha!

Atualização em 05/08/2012: O vídeo original continua no ar, mas como pode ser visto, parece que sua exibição está bloqueada para alguns países, incluindo o Brasil. Segue o mesmo vídeo hospedado em dois outros sites:

http://mtv.uol.com.br/videos/clipes/nena/irgendwie-irgendwo-irgendwann

http://www.dailymotion.com/video/x2kieq_nena-irgendwie-irgendwo-irgendwann_music?search_algo=2

Para garantir, além desses dois, segue um vídeo alternativo, de uma apresentação ao vivo em um programa de TV com a mesma música.

Sistema de reserva de equipamentos que estou desenvolvendo

Posted in Atividades profissionais on 09/07/2008 by Allan Taborda

Olá, pessoal! Como eu já disse neste blog, estou estagiando na FATEC de Praia Grande, desenvolvendo um sistema web para registrar as reservas de equipamentos e salas da faculdade. Essa já é a terceira semana de estágio e eu já implementei quase que a primeira parte completa. Na fase de análise do software, ele foi dividido em mais de vinte casos de uso.

O primeiro caso de uso, que é o de agendar eventos (reservas), está quase que completamente implementado e ele está demandando bastante tempo para ser feito, pois é o mais complexo. Inclusive, essa parte do sistema está sendo mais complexa do que eu imaginava, principalmente porque o sistema prevê a recorrência de eventos, ou seja, o evento (uma aula cujo professor precisará de um notebook e de um projetor para exibir a matéria, por exemplo) pode acontecer várias vezes por um certo período de tempo (todas as quartas, uma vez por mês, todas as segundas e quintas, uma vez a cada três semanas na quinta e na sexta, a cada dois meses, todas as terceiras quartas-feiras do mês e outros períodos), e esse período de tempo pode durar até uma data pré-estabelecida, um certo número de recorrências ou até mesmo pode não terminar nunca, recorrenco até o evento ser excluído do sistema. Sem contar que o sistema não pode deixar um equipamento (um notebook, por exemplo) ser reservado para dois eventos que ocorrem simultaneamente. Em outras palavras, ao agendar o evento, o sistema tem que verificar em todos os eventos cadastrados se algum deles, em algum dia, no horário marcado e na duração marcada, têm reservado previamente a mesma sala ou algum dos até três equipamentos que podem ser reservados para um mesmo evento (e a situação se complica quando a recorrência de um evento não tem data de término prevista).

A boa notícia é que essa parte complexa já foi implementada e o que falta para concluir o primeiro caso de uso seria terminar as páginas JSP e terminar de implementar o fluxo alternativo do caso de uso (por exemplo, o que acontece se o evento a ser registrado usa o mesmo equipamento que um outro evento já registrado, num mesmo dia e horário e como o sistema deve proceder).

E o segundo caso de uso é até parecido com o primeiro, o segundo caso é o de solicitar agendamentos de evento, ou seja, quando um professor acessa o sistema pede que um evento seja agendado. A página JSP e o código necessário para o caso de uso funcionar é tão parecido com o do primeiro caso de uso que provavelmente eu até reaproveite o código existente, fazendo algumas alterações necessárias. E os demais casos de uso acredito que serão bem mais fáceis de implementar.

A respeito do banco de dados a ser utilizado, eu pretendia usar o MS SQL Server, que já é usado no servidor do Centro de Informática, mas o sistema está ficando tão orientado a objetos (até a recorrência é representada por uma classe, ou melhor, algumas classes que extendem a classe abstrata de recorrência, cada uma implementando um tipo de recorrência) que provavelmente não irá compensar o uso de banco de dados relacional e nem mesmo o uso de frameworks ORM como o Hibernate, que não dispensa o mapeamento das classes para tabelas. Muito provavelmente, irei usar alguma solução de armazenamento de dados orientada a objetos, talvez o Db4o, o Prevayler ou o Perola (esse último tem maior chance de ser usado).

O desenvolvimento do sistema tem também enfrentado algumas dificuldades não somente de implementação, mas também por outros inconvenientes técnicos, como a lentidão do notebook que uso no estágio (tem três SGBDs instalados: MySQL 5.0, MS SQL Server Express 2005 e Oracle Express 10, eu tenho que ficar matando alguns processos antes de abrir o Eclipse 3.4 com todos os plugins para desenvolvimento web, que é o Eclipse mais pesado de todos, isto sem contar o fato do notebook ter apenas 512 MB de memória) e os diversos vírus que aparecem e que contribuem com a lentidão do notebook velho (lembrando que o notebook está com o Windows XP instalado). Ontem, escaneei o HD do notebook com o Symantec AntiVirus Corporate Edition (outro troço pesado rodando na máquina) e este pegou mais de 40 arquivos mal-intencionados, a maioria sendo o vírus W32.Gammima.AG e trojans. E depois que eu escaneei, apareceram mais vírus! Só não formato o notebook e ponho Linux porque o notebook não é meu, é da FATEC!

Por hoje, é só! Dentro de alguns dias, estarei postando novamente, com probabilidade alta de eu escrever novamente sobre o meu estágio! Tchau e até o próximo post (embora eu tenha usado o método GET no servlet que implementei para fazer funcionar o Ajax do JSP que pega os nomes dos professores dinamicamente)!