Arquivo para março, 2011

Tutorial de atualização do Debian 5.0 para a versão 6.0

Posted in Tutoriais on 07/03/2011 by Allan Taborda

No último fim de semana de Fevereiro, atualizei o Debian instalado no meu notebook para a versão 6.0, codinome Squeeze, lançada há um mês. Segui as instruções contidas no próprio site do Debian, que podem ser acessadas em http://www.debian.org/releases/stable/amd64/release-notes/ seções 4 e 5. Neste post, farei um resumo das instruções de atualização da versão 5.0.8 para a versão 6.0, uma versão simplificada do tutorial original, que é mais extenso e tem outros detalhes. Este tutorial foi testado na versão 64 bits do Debian (amd64), mas deve funcionar para a versão 32 bits (i386) também. Todos os comandos devem ser executados como root e recomenda-se não usar o aptitude no lugar do apt-get para rodar os comandos (isso consta no tutorial do site do Debian).

1) Tecle Ctrl+Alt+F1 para ir para o console em modo texto e logue-se como root.

2) Instale todas as atualizações lançadas para a versão 5.0 (codinome Lenny) até a versão 5.0.8:

apt-get update
apt-get upgrade

3) (Opcional) Caso possua um conjunto de DVDs do Debian (oito, no total), insira um dos DVDs no leitor de DVDs e use o comando abaixo para adicioná-lo à lista de repositórios:

apt-cdrom add

Repita o processo para todos os DVDs.

4) Edite o arquivo /etc/apt/sources.list com um editor de texto, alterando todas as referências a “lenny” para “squeeze”. Eu usei o nano como editor de texto.

5) Mate o modo gráfico (não sei sei isso é realmente necessário, mas o seguro morreu de velho):

killall gdm

6) Atualize os pacotes para os do Squeeze (isto não atualizará todos os pacotes, mas é assim mesmo):

apt-get update
apt-get upgrade

7) Instale o kernel do Debian Squeeze:

apt-get install linux-image-2.6.32-5-amd64

A linha acima é específica para a versão 64 bits do Debian. Para verificar o nome correto do pacote a ser instalado, use o comando:

apt-cache search linux-image-2.6

E instale a versão com nome semelhante à versão que já está instalada no sistema, que irá aparecer no comando acima também.

8) Instale a nova versão do udev (e atualize os pacotes antes, para instalar mais atualizações que puderem ser feitas após a atualização do kernel):

apt-get upgrade
apt-get install udev

No meu sistema Debian, ao tentar atualizar o udev, o apt acusou problemas de dependências com o pacote libc6-i386, que era dependência do Wine. Neste caso, desinstale o pacote (isso irá desinstalar todos os programas que dependem dele, como o Wine, mas estes podem depois serem reinstalados):

apt-get remove libc6-i386
apt-get install udev

9) Rode o comando abaixo, que irá, de fato, atualizar o Debian para a versão 6.0:

apt-get dist-upgrade

10) Substitua o GDM antigo para o novo GDM, que virá por padrão no futuro GNOME 3 e que é muito melhor do que o antigo:

apt-get install gdm3

Este comando não só instalará o novo GDM, mas também desinstalará o GDM antigo.

11) Aproveite para remover pacotes inúteis, que eram dependências de outros pacotes mas que agora não são mais necessários, e, novamente, verifique (antes e depois de remover os pacotes inúteis) se não há mais nenhum pacote a ser atualizado:

apt-get upgrade
apt-get autoremove
apt-get upgrade

12) (Opcional) Ao final do processo, quando abri o GNOME, achei a fonte usada na interface meio esquisita e resolvi instalar a fonte do Ubuntu, que é mais bonitinha. Entretanto, ela não está disponível nos repositórios do Debian. Aproveite para instalar a fonte do Ubuntu agora com os comandos:

wget -c http://ubuntu.mirror.cambrium.nl/ubuntu//pool/main/u/ubuntu-font-family-sources/ttf-ubuntu-font-family_0.69+ufl-0ubuntu1_all.deb
dpkg -i ttf-ubuntu-font-family_0.69+ufl-0ubuntu1_all.deb

Apesar o pacote ser para o Ubuntu, não há nenhum problema de instalá-lo no Debian, pois ele depende apenas de qualquer versão do pacote defoma (já instalado por padrão no Debian). Mas lembre-se de desinstalar este pacote caso, no futuro, você vá atualizar o Debian para a versão 7.0, codinome Wheezy, quando esta for lançada.

13) Reinicie o sistema, selecionando a opção do Grub para repassar para o Grub 2, que é o boot loader do Debian 6.0. Em seguida, selecione a opção para iniciar o Debian com o kernel 2.6.32-5, o kernel novo.

14) (Opcional) No GNOME, caso tenha instalado a fonte do Ubuntu, altere a fonte usada nas janelas, nas configurações de fontes do GNOME.

15) Repita o passo 1 e rode o comando abaixo para remover o antigo kernel da versão 5.0 do Debian:

apt-get remove linux-image-2.6.26-2-amd64

A linha acima é específica para a versão 64 bits do Debian. Para verificar o nome correto do pacote a ser removido, use o comando:

apt-cache search linux-image-2.6

E remova a versão com nome semelhante à nova versão que foi instalada no sistema, que irá apacecer no comando acima também.

16) Caso possua outros sistemas operacionais instalados no computador, teste o Grub 2 para ver se ele inicia estes outros sistemas, para isso, repita o passo 13, selecionando os outros sistemas ao invés do Debian.

17) Caso a inicialização dos outros sistemas tenha funcionado normalmente, atualize o Grub em definitivo para o Grub 2 com o comando:

upgrade-from-grub-legacy

Caso a inicialização de algum sistema tenha falhado, você pode tentar consertar a configuração do Grub 2 (isto está além do escopo deste tutorial) ou pode continuar usando o Grub antigo, ignorando a opção de repassar para o Grub 2.

E isso é tudo. Caso deseje consultar um tutorial mais detalhado acerca da atualização do Debian para a versão 6.0, consulte o manual oficial no link do início deste post, que é bem maior e tem outros detalhes.

Anúncios