Tutorial de atualização do Debian 5.0 para a versão 6.0

No último fim de semana de Fevereiro, atualizei o Debian instalado no meu notebook para a versão 6.0, codinome Squeeze, lançada há um mês. Segui as instruções contidas no próprio site do Debian, que podem ser acessadas em http://www.debian.org/releases/stable/amd64/release-notes/ seções 4 e 5. Neste post, farei um resumo das instruções de atualização da versão 5.0.8 para a versão 6.0, uma versão simplificada do tutorial original, que é mais extenso e tem outros detalhes. Este tutorial foi testado na versão 64 bits do Debian (amd64), mas deve funcionar para a versão 32 bits (i386) também. Todos os comandos devem ser executados como root e recomenda-se não usar o aptitude no lugar do apt-get para rodar os comandos (isso consta no tutorial do site do Debian).

1) Tecle Ctrl+Alt+F1 para ir para o console em modo texto e logue-se como root.

2) Instale todas as atualizações lançadas para a versão 5.0 (codinome Lenny) até a versão 5.0.8:

apt-get update
apt-get upgrade

3) (Opcional) Caso possua um conjunto de DVDs do Debian (oito, no total), insira um dos DVDs no leitor de DVDs e use o comando abaixo para adicioná-lo à lista de repositórios:

apt-cdrom add

Repita o processo para todos os DVDs.

4) Edite o arquivo /etc/apt/sources.list com um editor de texto, alterando todas as referências a “lenny” para “squeeze”. Eu usei o nano como editor de texto.

5) Mate o modo gráfico (não sei sei isso é realmente necessário, mas o seguro morreu de velho):

killall gdm

6) Atualize os pacotes para os do Squeeze (isto não atualizará todos os pacotes, mas é assim mesmo):

apt-get update
apt-get upgrade

7) Instale o kernel do Debian Squeeze:

apt-get install linux-image-2.6.32-5-amd64

A linha acima é específica para a versão 64 bits do Debian. Para verificar o nome correto do pacote a ser instalado, use o comando:

apt-cache search linux-image-2.6

E instale a versão com nome semelhante à versão que já está instalada no sistema, que irá aparecer no comando acima também.

8) Instale a nova versão do udev (e atualize os pacotes antes, para instalar mais atualizações que puderem ser feitas após a atualização do kernel):

apt-get upgrade
apt-get install udev

No meu sistema Debian, ao tentar atualizar o udev, o apt acusou problemas de dependências com o pacote libc6-i386, que era dependência do Wine. Neste caso, desinstale o pacote (isso irá desinstalar todos os programas que dependem dele, como o Wine, mas estes podem depois serem reinstalados):

apt-get remove libc6-i386
apt-get install udev

9) Rode o comando abaixo, que irá, de fato, atualizar o Debian para a versão 6.0:

apt-get dist-upgrade

10) Substitua o GDM antigo para o novo GDM, que virá por padrão no futuro GNOME 3 e que é muito melhor do que o antigo:

apt-get install gdm3

Este comando não só instalará o novo GDM, mas também desinstalará o GDM antigo.

11) Aproveite para remover pacotes inúteis, que eram dependências de outros pacotes mas que agora não são mais necessários, e, novamente, verifique (antes e depois de remover os pacotes inúteis) se não há mais nenhum pacote a ser atualizado:

apt-get upgrade
apt-get autoremove
apt-get upgrade

12) (Opcional) Ao final do processo, quando abri o GNOME, achei a fonte usada na interface meio esquisita e resolvi instalar a fonte do Ubuntu, que é mais bonitinha. Entretanto, ela não está disponível nos repositórios do Debian. Aproveite para instalar a fonte do Ubuntu agora com os comandos:

wget -c http://ubuntu.mirror.cambrium.nl/ubuntu//pool/main/u/ubuntu-font-family-sources/ttf-ubuntu-font-family_0.69+ufl-0ubuntu1_all.deb
dpkg -i ttf-ubuntu-font-family_0.69+ufl-0ubuntu1_all.deb

Apesar o pacote ser para o Ubuntu, não há nenhum problema de instalá-lo no Debian, pois ele depende apenas de qualquer versão do pacote defoma (já instalado por padrão no Debian). Mas lembre-se de desinstalar este pacote caso, no futuro, você vá atualizar o Debian para a versão 7.0, codinome Wheezy, quando esta for lançada.

13) Reinicie o sistema, selecionando a opção do Grub para repassar para o Grub 2, que é o boot loader do Debian 6.0. Em seguida, selecione a opção para iniciar o Debian com o kernel 2.6.32-5, o kernel novo.

14) (Opcional) No GNOME, caso tenha instalado a fonte do Ubuntu, altere a fonte usada nas janelas, nas configurações de fontes do GNOME.

15) Repita o passo 1 e rode o comando abaixo para remover o antigo kernel da versão 5.0 do Debian:

apt-get remove linux-image-2.6.26-2-amd64

A linha acima é específica para a versão 64 bits do Debian. Para verificar o nome correto do pacote a ser removido, use o comando:

apt-cache search linux-image-2.6

E remova a versão com nome semelhante à nova versão que foi instalada no sistema, que irá apacecer no comando acima também.

16) Caso possua outros sistemas operacionais instalados no computador, teste o Grub 2 para ver se ele inicia estes outros sistemas, para isso, repita o passo 13, selecionando os outros sistemas ao invés do Debian.

17) Caso a inicialização dos outros sistemas tenha funcionado normalmente, atualize o Grub em definitivo para o Grub 2 com o comando:

upgrade-from-grub-legacy

Caso a inicialização de algum sistema tenha falhado, você pode tentar consertar a configuração do Grub 2 (isto está além do escopo deste tutorial) ou pode continuar usando o Grub antigo, ignorando a opção de repassar para o Grub 2.

E isso é tudo. Caso deseje consultar um tutorial mais detalhado acerca da atualização do Debian para a versão 6.0, consulte o manual oficial no link do início deste post, que é bem maior e tem outros detalhes.

Anúncios

5 Respostas to “Tutorial de atualização do Debian 5.0 para a versão 6.0”

  1. […] Enviado por Allan Tabordados Santos (irmaodamaraΘyahoo·com·br): “No último fim de semana de Fevereiro, atualizei o Debian instalado no meu notebook para a versão 6.0, codinome Squeeze, lançada há um mês. Segui as instruções contidas no próprio site do Debian. Neste post, resumi as instruções do site do Debian num tutorial mais enxuto, de 17 passos (três deles opcionais). Este tutorial foi testado na versão 64 bits do Debian (amd64), mas deve funcionar para a versão 32 bits (i386) também.” [referência: irmaodamara.wordpress.com] […]

  2. Bom tutorial.

    Vou testar na versão x86 e retorno o resultado.

  3. Olá Allan. Olá pessoal. Só uma pequena correção, mas que faz uma GRANDE diferença!
    Nãe é squeezy com “Y”, e sim SQUEEZE com “E” no final. Os repositórios darão erro!

  4. Obrigado por me informar acerca desse erro, o tutorial acaba de ser corrigido.

  5. Eduardo Says:

    Cara, valeu pelo tutorial, atualizei meu debian5 x64 e rodou filé…
    100%
    Abraço!

Comente este post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s