Arquivo para março, 2015

O homem veio do macaco?

Posted in História on 08/03/2015 by Allan Taborda

Muitas pessoas leigas na teoria da evolução acreditam que a ciência diz que o homem evoluiu do macaco (sem especificar qual, alguns consideram que evoluiu do chimpanzé) e alguns criacionistas usam essa tese a fim de desacreditar a teoria da evolução, pois o homem é consideravelmente diferente do macaco, além do fato de ainda existirem macacos (como se a evolução de um animal a partir de outro incorresse obrigatoriamente na extinção do animal original ou que a evolução gerasse apenas uma linhagem de espécies descendentes). O fato é que essa ideia está totalmente incorreta e o homem não descende de nenhum primata dos dias de hoje, ainda que tenha algum parentesco com os mesmos (e tem parentescos com todos os mamíferos, animais e outros seres vivos, inclusive com o mato que cresce no terreno baldio da esquina, se for olhar de outro ângulo).

Hoje, sabe-se que o ser humano moderno (Homo sapiens) evoluiu a partir de outras espécies de homem, como o Homo erectus e o Homo habilis, que por sua vez evoluíram a partir de outros hominídeos, como os Australopithecus (desses, além dos hominídeos do gênero Homo, originaram também os hominídeos do gênero Paranthropus, muito provavelmente sem descendência com o homem), que por sua vez acredita-se que tenha evoluído a partir dos Ardipithecus, que era descendente de espécies como Orrorin tugenensis e Sahelanthropus tchadensis (possivelmente o último ancestral comum entre homens e chimpanzés), que eram descendentes de outras espécies de macacos primitivos, como o Proconsul africanus (ancestral tanto de humanos e chimpanzés como também dos grandes macacos, como gorilas), que descenderam de macacos ainda mais primitivos, como o Teilhardina asiatica, que descenderam de mamíferos arborícolas como o Carpolestes simpsoni (semelhante a um macaco, mas também com semelhança com os ratos), que descendem dos Eutheria, como o Eomaia scansoria (semelhante a um rato, é um dos primeiros mamíferos placentários, com placenta primitiva), de descendem dos primeiros mamíferos, que descendem dos terapsídeos (classe de vertebrados já extinta, considerada o elo entre os mamíferos e os répteis), que evoluíram de répteis menores (dos quais possivelmente evoluíram os dinossauros), que evoluíram de anfíbios (os primeiros a possuir membros), que evoluíram de peixes vertebrados com mandíbula, que evoluíram de peixes sem mandíbula, extremamente primitivos, que evoluíram das pikaias, que são considerados os mais antigos vertebrados, que descendem de animais semelhantes a vermes, que descendem dos primeiros animais (que habitavam o ambiente marinho), que descendem dos cianoflagelados (do reino protista, portanto, unicelular) que descendem de outros eucariontes (de núcleo celular com membrana), que descendem dos procariontes (sem membrana delimitando o material genético), que descendem das formas de vida mais antigas existentes, possivelmente derivadas de moléculas de RNA reprodutoras.

Acredito eu que, no futuro, o Homo sapiens evolua para uma ou mais subespécies, talvez culminando com uma espécie diferente depois de milhões de anos. Como o Homo sapiens habita o mundo inteiro, acredito que passe a existir apenas uma linhagem de espécies futuras de homem. Na verdade, a evolução já está ocorrendo dentro da espécie Homo sapiens, com pequenas mudanças graduais ao longo dos séculos. Já foram detectados genes que tiveram origem há apenas cinco mil anos, e além disso, a altura média de alguns povos aumentou alguns centímetros em média em relação à altura média desses mesmos povos há um século, além de terem ocorrido outras mudanças significativas, como o sono segmentado dos homens da idade média ter sido alterado para um sono contínuo de oito horas nos dias de hoje e a idade média da primeira menstruação das mulheres ter mudado de 17 para 12 anos em questão de séculos.

Ainda sobre a questão do homem ter parentesco até com o mato que cresce no terreno baldio da esquina, ainda que isso soe estranho, isso é verdade. O parentesco entre duas espécies pode ser verificado pelo número de semelhanças entre duas espécies, ainda que uma não tenha descendido da outra. O cachorro, por exemplo, possui uma mandíbula com dentes, cérebro, orelhas, caixa toráxica com costelas, um coração, um pulmão e outros órgãos, quatro membros com dedos, um sistema reprodutor semelhante, um pênis (ou vagina) e um ânus, além de outras partes do corpo, assim como nós humanos também temos, e outros animais também têm essas mesmas partes em seus corpos.

Algumas partes do corpo possuem diferenças entre os animais devido à evolução dos mesmos e de seus ancestrais ter caminhado em outra direção (por exemplo, a mandíbula e os membros dos cachorros em comparação com os humanos), mas ainda assim tais partes tiveram uma mesma origem em comum.

Em parentes um pouco mais próximos com os humanos, como os chimpanzés, tais partes do corpo são mais parecidas. Outros parentes mais distantes também guardam semelhanças com os humanos, ainda que as semelhanças sejam menores. Os jacarés, por exemplo, possuem boca com mandíbula, cérebro, olhos, sistema digestivo e ânus, assim como os humanos. O tubarão também tem olhos e mandíbula.

Mas e o mato que cresce no terreno baldio da esquina, qual seria a semelhança com os humanos? Tanto os humanos quanto o mato possuem células com material genético dentro de um núcleo definido por uma membrana, além de organelas citoplasmáticas encontradas nas células de ambas as espécies, como o complexo golgiense. É um parentesco bem distante entre as duas espécies (plantas evoluíram a partir de protistas com cloroplastos em suas células, enquanto os animais evoluíram de protistas cianoflagelados, e ambos os tipos de protistas descenderam de um mesmo protista) e as células de ambas as espécies possuem bastante diferenças devido à evolução paralela das espécies, como cloroplastos apenas nas células vegetais e citoesqueleto apenas nas células animais.

Respondendo a pergunta do título da postagem: não, o homem não veio do macaco, ele veio de outro homem mais primitivo, que possui um ancestral comum com os macacos de hoje em dia (se esse ancestral também pode ser considerado como um macaco é uma outra questão, e mesmo que seja, ele não originou diretamente o Homo sapiens, que é a nossa espécie. E se for considerar que o homem veio indiretamente do macaco, considerando que o ancestral comum entre o homem e o chimpanzé é um macaco, também deve-se considerar que o homem veio do mamífero arborícola parecido com um rato, que veio dos terapsídeos, que veio dos peixes, que veio dos protistas…

Ultimamente, tenho me interessado bastante acerca da evolução das espécies, principalmente a da nossa espécie, bem como sua origem.

Observação: caso acredite que eu tenha cometido algum equívoco em algum ponto desse texto, deixe um comentário relatando o equívoco.